A perda de audição pode ser congênita, manifestar-se na infância ou surgir já na idade adulta. É claro que existem alguns casos nos quais fatores genéticos estão envolvidos, mas preservar a capacidade auditiva também requer alguns cuidados que devem ser tomados no dia a dia.

Pensando em ajudá-lo a preservar a sua saúde auditiva, listamos abaixo algumas dicas que devem fazer parte da sua rotina. Veja quais são elas:

1. Cuidado com os fones de ouvido

Muitas pessoas (principalmente jovens) costumam utilizar os fones de ouvido no caminho para a escola, para o trabalho ou mesmo durante a prática de algumas atividades. Não estamos dizendo que o uso dos fones é proibido, mas sim que deve ser praticado com moderação.

O volume considerado seguro é de até 85 decibéis, que é o equivalente ao ruído produzido por uma avenida movimentada, por exemplo. Volumes mais fortes que isso ou mais de uma hora diária utilizando o fone são considerados comportamentos de risco para a capacidade auditiva.

2. Use protetores auriculares sempre que necessário

Pessoas que trabalham em determinadas atividades que as expõem a ruídos devem usar protetores auriculares. Além de ser regulamentado por lei, o uso evita que o barulho prejudique a sua audição.

O equipamento é recomendado até mesmo para visitantes que irão permanecer por poucas horas no local do ruído.

3. Fique atento aos medicamentos que ingere

Antes de tomar um remédio, ainda que prescrito pelo médico, é importante ler a bula. Dessa forma, quaisquer dúvidas que possam surgir, poderão ser sanadas mediante uma conversa com o profissional.

Alguns medicamentos têm por efeito colateral um possível prejuízo à capacidade auditiva. Se este for o caso, tente evita-los. É importante lembrar que você não deve simplesmente parar de toma-los, mas sim conversar com o médico sobre outras possíveis alternativas para o tratamento.

4. Se você costuma usar cotonetes, reveja seus hábitos

Pesquisas mostram que a perfuração dos tímpanos está associada em larga escala ao uso de cotonetes para fazer a higiene auricular. É importante manter o órgão limpo, mas evitar o uso do cotonete diminui muito os riscos de danos à audição.

Você pode tentar fazer a higiene externamente com um algodão embebido em uma mistura de peróxido e água morna. Na parte interna, você pode pingar essa mistura com um conta-gotas ou usar remédios específicos para remoção de cera. Mas lembre-se que o recomendado é que este procedimento seja adotado no máximo duas vezes ao mês.

5. Previna as inflamações dos ouvidos

Sempre que for nadar, use uma touca de proteção para impedir que a água penetre em seu ouvido.

Assoar o nariz sem fazer muita força, evitar a exposição ao odor de cigarros e a outras pessoas que estejam com um quadro de otite, também ajuda a evitar inflamações.

6. Vá ao médico periodicamente

Se você sente dores nos ouvidos, mesmo que sejam leves ou nota algum zumbido esporadicamente, é melhor procurar um médico.

Aliás, mesmo que você não apresente nenhum destes sintomas, é importante avaliar periodicamente a sua capacidade auditiva. Dessa forma, qualquer possível problema poderá ser tratado precocemente, quando talvez ainda seja possível de reverter o quadro.

Gostou dessas dicas para evitar a perda de audição e quer continuar acompanhando outros conteúdos sobre o assunto? Assine a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade do blog!